Convite antes do berço

Convite antes do berço

Meus filhos, abençoe-nos Jesus.

Fostes convidados, antes do berço, para a tarefa que vindes desempenhando em nome de Jesus, sob as diretrizes da Doutrina Espírita. Aceitastes o convite e mergulhastes na névoa carnal tomados de entusiasmo porque sabíeis que jornadeando por essa estrada ressarciríeis os débitos transatos.

Até este momento tendes correspondido à expectativa, vencendo obstáculos interiores e desafios externos. A vossa tem sido a conduta de quem responde ao apelo. Lutai agora para serdes os escolhidos para os desempenhos mais significativos e graves, aqueles em cuja labuta são dilaceradas as fibras do coração e despedaçados os ídolos da ilusão que por muito tempo receberam as homenagens dos sentidos imediatos.

Jesus que nos tem aguardado a todos desde antes espera que nos desincumbamos bem das tarefas abraçadas, mas, particularmente, que logreis o triunfo sobre os fatores dissolventes que têm mantido predomínio em a natureza humana.
Levai adiante a luz nesta grande noite, vivei a felicidade de serdes eleitos para o ministério, mesmo que sob o tributo das lágrimas não vertidas e das dores não exteriorizadas.
O trabalho da construção da nova era tem início na transformação moral da criatura sem o que todos os investimentos superiores deixarão de receber apoio por falta de alicerce para sustentação.

Não ignoramos, aqueles Espíritos espíritas que transitamos pela via carnal entre dissabores e sobre espículos que significam a renúncia, o silêncio ante a acusação covarde, a coragem nas horas mais graves em que o desânimo bate à porta, conspirando contra a beleza dos ideais.

Não ignoramos as noites não dormidas nem as dores represadas no coração, sem direito de expandir-se. Mas também sabemos que, passada a treva densa, raia a madrugada, e aqueles contornos ameaçadores são diluídos pela luz que aponta rumos glorificadores para a felicidade.

Continuai fiéis, vós que abraçastes a cruz do sacrifício como bandeira de liberdade.

Não recalcitreis. Fazei a vossa parte com o melhor empenho certos de que a barca da Terra tem no seu comando o Bom Condutor.
Tenhais certeza de que estes momentos ásperos, que ainda se tornarão mais exigentes e difíceis, cederão lugar ao novo dia de paz que já se desenha, anunciando a implantação definitiva do Evangelho em Espírito e Verdade.
Porfiai, trabalhadores da última hora, transformai as vossas debilidades em forças, os vossos limites em entusiasmo para a ação, e a vossa pequenez em grandeza, através do desvelar dos sentimentos nobres que vigem no mundo íntimo e estão adormecidos aguardando oportunidades.

O Senhor segue conosco. Ele vos apóia, Ele nos ampara.

Ide e pregai.     Ide e vivei.

São as propostas que vos trazemos em nome daqueles que administraram esta Casa e deram a sua maior e melhor contribuição para que o Espiritismo vicejasse numa fronde rica de vida, numa eflorescência saturada de bênçãos, numa frutescência grandiosa de paz.

Que o Senhor vos abençoe, obreiros intimoratos.

São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre.

 
Bezerra

Muita paz, meus filhos!

 
(Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, na Federação Espírita do Paraná, no dia 21.08.1999, por ocasião da reunião do Conselho Federativo Estadual. Espírito Bezerra de Menezes)(Os grifos são nossos).